Histórico

Classe gramatical: substantivo masculino
Separação silábica: his•tó•ri•co 
(latim historicus-a-um)

Parte histórica.
Relato cronológico de factos.

COMO ASSIM LEVANTADOS DO CHÃO

Criação: Carlos Marques e Susana Cecílio (2014)

Vistos de longe os trabalhadores rurais parecem formigas, a caminho de ocuparem as terras, tal como o José Saramago os deixou, Levantados do Chão. Mas, se nos aproximamos, não são formigas, não, como assim?

COMO ASSIM LEVANTADOS DO CHÃO é um espectáculo de teatro que parte do fim do romance Levantado do Chão de José Saramago, no qual os trabalhadores rurais do Alentejo se levantam do chão, à data de um 25 de Abril. E nós perguntamos, como assim, levantados do chão, pois passados estes anos ficámos sem entender a metáfora, e é também do romance Levantado do Chão que é dito, à laia de mito, que se terá consolidado o saramaguiano estilo de narrar. É pois, a partir do encontro com essa voz de narrador que nos faz arriscar a viagem sobre o inenarrável, a nossa vida, portanto, o destino daqueles trabalhadores rurais que ocuparam as terras e perderam a aposta, a terra que doravante ficou inculta, o “falhámos a vida, menino” do João da Ega (de “Os Maias”), enfim, sobre o que ainda precisamos de escrever sem sabermos narrar. Se Saramago traça geografias de desigualdades e injustiças incrustadas no tracejado latifundiário do Alentejo através da divisão social entre duas classes fundamentais do capitalismo – patrões e trabalhadores –, COMO ASSIM LEVANTADOS DO CHÃO fala metaforicamente de “outras esquinas” do capitalismo. Passaram-se 34 anos da edição da obra e 40 sobre o 25 de Abril. A festa de Abril está esbatida e continuamos numa procissão para lado incerto. Nessa procissão ainda estão os Mau-Tempo e outros de quem não sabemos os nomes, mas conhecemos as vidas.   

FICHA ARTÍSTICA

Criação e Interpretação: Carlos Marques e Susana Cecílio
Texto: Miguel Castro Caldas
Composição Musical: Teresa Gentil

Dispositivo cénico e iluminação: Nuno Borda de Água
Design de Comunicação: Susana Malhão
Fotografia e Vídeo promocional: MaxR
Gestão de Projecto e Produção: Carla Pomares

aalgures@gmail.com
+351 91 77 22 180 / +351 96 24  41 270

producao@alguresalgures.pt
+351 92 66 50 519