Novo

Classe gramatical: adjectivo
Separação silábica: no•vo
(latim novus-a-um)

Feito recentemente. Que existe há pouco

ABALAR

Criação: Carlos Marques (2020)

 

Sinopse

Este é um concerto que assinala os 10 anos de criações para teatro de Carlos Marques. Em palco um homem desenha um traço grosso no chão criando uma fronteira, um rasgão, ou quiçá uma linha de partida. Um risco permanente – que não desaparece – marca o lugar onde um homem, que se confunde com o seu território, partirá à deriva como se uma jangada de pedra se tratasse, diria Saramago. A Jangada de Pedra mostra uma viagem inusitada da Península Ibérica pelo oceano Atlântico, virando as costas ao velho continente rumo a um lugar utópico, firmando um verdadeiro ato de rebeldia! Será o Abalar também um ato de rebeldia? Um homem firme nas suas convicções, apercebe-se da necessidade imediata de abalar para não se perder, para não perder a sua identidade, para voltar a ter um significado na sua vida. Abala talvez para que um futuro melhor possa acontecer.

FICHA ARTÍSTICA

Criação, Composição e interpretação: Carlos Marques
Apoio à criação: Susana Cecílio
Dispositivo Cénico: Carlos Marques e Susana Cecílio
Vídeos: Rodolfo Pimenta e Carlos Marques
Produção: Alexandra Jesus

aalgures@gmail.com
+351 91 77 22 180 / +351 96 24  41 270

producao@alguresalgures.pt
+351 92 66 50 519

X